Categorias
e-commerce tendências

5 Tendências 2021 E-commerce

Antes de falar sobre as 5 tendências para 2021 no e-commerce, vamos relembrar um pouco. Que o e-commerce cresceu no mundo todo durante a pandemia, você já sabe. Mas, você sdabe por que?

A Pandemia, abriu os olhos de muitos empresários e corporações. Tanto dos que não tinham sua presença online ainda quanto dos que achavam que sua presença online não lhe daria tanto retorno quanto suas lojas físicas. Por isso, não investiam nem tempo, dinheiro ou energia para elas.

Enquanto o distanciamento social e os lockdowns fizeram com que mais pessoas utilizassem o e-commerce para suprir suas necessidades. E isso trouxe grandes quebras de paradigmas que o mercado online tentou quebrar durante anos.

Então, o que poderemos esperar para o e-commerce em 2021? Neste post listamos as 5 tendências em 2021 para o E-commerce que você precisa ficar de olho!

gif 5 tendências 2021 e commerce
gif note book com carrinho de compras girando e mão entrando na tela para o pegar

1- Consolidação do Omnichannel

A princípio os e-commerces eram encarados como um projeto arriscado e surper valorizado. Muitas empresas que já tinham sucesso com suas lojas físicas há muitos anos, não viam no e-commerce um projeto de sucesso. Afinal, pra que mexer em time que está ganhando, não é?

Mas, com o passar dos anos, as inovações tecnológicas e cada vez mais usuários invadindo a internet, o e-commerce foi ganhando seu espaço. Principalmente após a popularização dos smartphones.

Aos poucos  as empresas começaram a atuar em todos estes canais de comunicação digital, por exemplo: Site, E-shop, Redes Sociais, E-mail, Mensagem de telefone, etc. E viram que Através destes canais poderiam também redirecionar as compras para sua loja física.

Os canais foram se intensificando e criando uma rede completa de interação e comunicação com o cliente, gerando cada vez mais confiança na marca e assim também revertendo em vendas. Gerando assim a estratégia de multicanais e o Omnichanel.

Atualmente, especialistas do mercado vêm a estratégia omnichannel como sendo a única alternativa de agregar valor às empresas. Isso porque resulta em maior eficiência operacional, robustez, agregador de margem aos negócios e principalmente potencializa a satisfação dos consumidores.

fonte: E-commerce Brasil

2- Personalização

Até mesmo as pequenas empresas conseguem analisar dados de seus consumidores. Ainda mais com a tecnologia de inteligência artificial e com as empresas e aplicativos de análises de dados cada vez mais acessível.

Através destas informações coletadas em diversos momentos do funil de vendas, a empresa poderá fazer ações específicas para cada público consumidor. Assim como na sua estratégia de anúncios, campanhas publicitárias, remarketing e até mesmo seu conteúdo de imagem.

Por exemplo, criar uma campanha direcionada as mães que estão em casa tendo que gerenciar home office e home schooling e fazer as compras online. Que tal enviar um lembrete por e-mail de quando ela deve reabastecer sua lista básica?

Ou mesmo, uma campanha multicanais para as grávidas durante a pandemia. Ofereça um kit enxoval completo para ela, que não poderá ir às compras pessoalmente o tanto quanto gostaria.

3- Conteúdo como vantagem competitiva

Os conteúdos originais produzidos pelas marcas e os gerados pelo usuário vão se consolidar como uma das grandes tendências para 2021 no e-commerce.

As empresas que já geram conteúdo em texto, áudio e vídeo sabem que é assim que conseguem se relacionar melhor com os consumidores. Se a sua marca ainda não se atentou para este ponto, faça com que ela entenda a importância de desenvolver uma comunicação empática e que gere valor para o público agora!

Uma imagem vale mais que mil palavras! E isso não poderia ser diferente ainda mais ao se falar em e-commerce. As lojas mais relevantes do mundo não usam imagens apenas nas páginas de produtos. Usam as imagens em todo o site de modo a atrair a atenção dos consumidores e convertê-los em clientes.

Quando planejamos abrir uma loja física, geralmente contratamos arquitetos para fazer o projeto, correto? Pois, sabemos a importância da aparência da loja para atrair os clientes para seu interior. Bem como fazer com que eles permaneçam o maior tempo possível ali e se sintam tão bem, a ponto de querer voltar. E por que com as lojas virtuais seria diferente?! Pois é, não é! E as ferramentas que permitem essa estratégia para as lojas virtuais são as imagens e vídeos.

4- Live Commerce

Podemos comparar o Live commerce, em outras palavras, como um primo mais novo do antigo televendas, lembra?! Por ele é possível fazer vídeos demonstrativos de produtos ao vivo com entretenimento e interação. Neles o público pode curtir, comentar, fazer postagens além de comprar com poucos cliques por meio de pagamentos instantâneos integrados aos aplicativos.

As vendas através desta estratégia movimentaram perto de US $60 bilhões em 2019 e deve superar os US$ 170 Bi em 2020, no mundo.

fonte: IResearch

Já aqui no Brasil com 160 milhões de smartphones em uso, a democratização do 4G e o sucesso das lives durante a pandemia, podemos esperar um grande sucesso para os e-commerces também com esta estratégia.

5- Muitos Vídeos

Os vídeos estão bombando como conteúdo digital. Ainda mais com o crescimento em 2020. Vídeos produtos, tutoriais e vídeos com conteúdos engraçados e de entretenimento, por exemplo, são além de tendências para o e-commerce em 2021, também tendências de conteúdo para 2021.

Os vídeos interativos, são como o nome já diz, vídeos onde o espectador consegue interagir com ele de alguma forma.

A mágica acontece a partir de uma série de ferramentas integradas às plataformas. Onde os espectadores podem clicar, arrastar, rolar a barra, passar o mouse e responder a perguntas. Ou mesmo, completando ações para interagir na transmissão do conteúdo.

Algumas das principais funcionalidades disponíveis são:

  • Hotspots: que cria “áreas clicáveis” dentro do vídeo e permite que o usuário, ao interagir, seja levado a uma outra página. Que pode ser diretamente relacionada ao conteúdo. Como por exemplo um complemento do assunto ou até mesmo um e-commerce de produto. Para estimular a compra de determinado item;
  • Visão 360°: que confere ao espectador a capacidade de enxergar a imagem, a girando em 360 graus;
  • Subdivisões: sinalizando que o usuário pode escolher diferentes caminhos na sua interação com o vídeo. Customizando os conteúdos que recebe enquanto vê;
  • Input de dados: que incorpora ao vídeo alguns campos informativos. Nestes conteúdos o espectador pode compartilhar seu nome, idade e o que mais o produtor do vídeo quiser incluir;
  • Quizzes: que combinam botões e ramificações para personalizar a experiência e dar resultados customizados no fim do vídeo.

Colocando as tendências 2021 em ação no seu e-commerce

Por fim, agora que você já sabe as principais tendências para o e-commerce em 2021. Assim como a importância dos conteúdos originais de imagem para seu e-commerce. Que tal agendar um bate papo com a nossa equipe e fazer a diferença na sua loja virtual?! Vamos juntos! #vemcomaRED