Categorias
Fotografia Vídeo

5 Mulheres pioneiras do audiovisual que você precisa conhecer!

Em homenagem ao dia internacional da mulher, 8 de março, resolvemos escrever este post saudando estas 5 mulheres pioneiras do audiovisual que abriram caminhos, romperam barreiras e fizeram história!

1. Alice Guy Blaché

Mulheres pioneiras do audiovisual - Alice Blaché
reprodução internet

Antes que alguém tivesse feito qualquer coisa, a diretora francesa Alice Guy-Blaché já estava fazendo de tudo! Atuou como diretora entre 1894 e 1922. Ela não só é a primeira diretora do cinema francês, bem como provavelmente a primeira mulher a dirigir um filme na história! E também uma das primeiras pessoas a ser reconhecida como diretora no mundo para além do gênero.

Dirigiu nada menos que cerca de 700 filmes em sua carreira, contudo Alice também produzia, escrevia e atuava em seu trabalho. Muitos de seus filmes desapareceram no tempo, mas diversos ainda podem ser vistos. Em 1922 ela se divorciou, seu estúdio foi à falência e nunca mais filmou novamente.

Muitas das técnicas desenvolvidas por ela, no entanto, até hoje são padrões essenciais para se fazer um filme. São elas: narrativa, edição, close-up, som sincronizado, efeitos especiais primitivos e colorização manual.

2. Cléo de Verberana – primeira mulher brasileira a dirigir um filme que se tem notícia

Mulheres pioneiras do audiovisual
jacyrasilveira Instagram posts (photos and videos) - Picuki.com
reprodução internet

Primeiramente, Cléo de Verberana, iniciou sua carreira como atriz, aos 22 anos, em 1931. Em seguida se tornou a primeira mulher brasileira a dirigir um filme que se tem notícia, com O Mistério do Dominó Preto. Para realizá-lo, ela e o marido, que recebera uma herança, venderam jóias bem como propriedades. Importaram equipamentos da França, e enfim montaram a produtora Épica Film. Cléo também produziu e atuou no filme.

Depois da morte de seu marido, em 1934, ela fechou sua produtora e desligou-se do cinema. Cleo de Verberena faleceu em 1972. Mas, sua investida como cineasta em 1930 fez escola, marcando a abertura de um ciclo ininterrupto da efervescente contribuição das mulheres na construção de nossa identidade fílmica brasileira.

3. Tina ModottiFotógrafa e revolucionária

Mulheres pioneiras do audiovisual Tina Modotti
reprodução internet

Nascida em uma família de operários italianos e teve de enfrentar a fome e o trabalho árduo em uma fábrica de tecidos. Depois, migrou para o USA e depois para o México.

Tina participou de algumas apresentações de teatro para a comunidade italiana da cidade e logo depois conseguiu trabalhar em alguns filmes dos primeiros anos de Hollywood.

Em meio aos artistas estadunidenses da época, Tina conheceu Robo, Roubaix de l’Abrie Richey com quem viveu, até que morresse de varíola em uma viagem ao México, em 1922.

Tina acabou chegando ao México em meio a essa tragédia pessoal, mas logo se encantou pelas cores, pelo espírito caloroso do povo mexicano e principalmente pelo engajamento com que viviam os artistas que conheceu. Foi nesse ambiente que começou a fotografar.
Posou como modelo para alguns murais de Diego Rivera. Em um deles, aparece ao lado de Frida Kahlo distribuindo armas ao povo para a luta revolucionária.

Enquanto comandava um estúdio de fotografia na Cidade do México durante a década de 1920, Modotti inspirou um grupo de amigos boêmios, pensadores e artistas revolucionários, incluindo Frida Kahlo, José Clemente Orozco e Diego Rivera.

4. Cindy Sherman – fotógrafa e ativista

Mulheres pioneiras do audiovisual Cindy Sherman
Courtesy of the artist and Metro Pictures, New York

A série inovadora de autorretratos “Untitled Film Stills”  de Cindy Sherman, ” a colocou no papel de uma donzela de Hollywood em um filme noir. A série de 1970 aponta para os estereótipos de gênero que as mulheres eram (são?) obrigadas a ser retratadas no cinema. E até hoje Cindy Sherman produz em seu trabalho críticas socio culturais de forma artística e provocativa.

Sherman aponta para os estereótipos que muitas vezes retratam as mulheres no cinema assim como oferece uma crítica sobre a saturação de imagens na mídia. Hoje, Sherman é conhecida como uma das artistas mais prolíficas de sua geração e continua a produzir trabalhos com foco na crítica cultural.

5. Adélia Sampaio – primeira mulher negra brasileira a dirigir um filme

reprodução internet – jornal Tribuna de Minas

 Filha de empregada doméstica e de origem pobre, Adélia Sampaio tornou-se, em 1984, a primeira mulher negra a dirigir um longa-metragem no país, com o filme Amor Maldito, sobre um caso real de um embate de uma lésbica com a justiça. Que Adélia também produziu e escreveu.

O filme estreou pouco tempo depois em algumas salas de cinema de São Paulo, com alerta de censura para menores de 18 anos. Apesar de não ter tido divulgação, o longa foi um sucesso.

Em 2018 Amor Maldito foi exibido no FIM CINE o Festival internacional de Mulheres no Cinema e na Mostra Diretoras Negras no Cinema Brasileiro.

O filme inaugurou a temática lésbica no cinema brasileiro. Conta a história real de amor entre duas mulheres que pela falta de aceitação, resulta no suicídio de uma delas enquanto a outra é acusada de sua morte.

Apesar de baseado em um fato verídico, como a maioria de seus filmes, Adélia conta que na época a Embrafilme recusou seu filme dizendo que “Jamais financiaria tal aberração”.

 No auge do movimento Pornochanchada, ela enfrentou o preconceito da indústria e teve que lançar seu longa travestido pelo gênero. Devido a essa falta de apoio estatal, a produção do filme se deu através de parcerias, o que o tornou o primeiro longa metragem em estado cooperativo da época. Assim, atores e técnicos recebiam uma ajuda de custo e uma porcentagem do filme.

Um Viva a todas as mulheres do audiovisual! Que possamos ter um audiovisual mais diverso e com salários e oportunidades iguais para homens e mulheres!

Gostou do conteúdo? Se inscreva para receber nossa newsletter!

Processando…
Sucesso! Você está na lista.
Categorias
Fotografia

Fotografia Publicitária

A propaganda de produtos e serviços faz parte da vida da sociedade desde o século XIX. E desde então essas propagandas não só ajudam a negócios crescerem. Mas também são o retrato de uma época. Afinal, retratam hábitos, tendências e costumes. Algumas propagandas, por exemplo, são tão icônicas que se tornaram parte de nossa memória afetiva. Que tal viajarmos um pouco no tempo? Rever algumas propagandas. Além disso conhecer um pouquinho da história da fotografia publicitária? Você sabe o que é fotografia publicitária? Como ela começou? Então, siga em frente que você vai saber um pouco mais sobre este assunto! Boa leitura!

fonte: site propagandas históricas \ reprodução

Siga nossas redes sociais

Precisa de ajuda na produção de fotos?

Fale com a RED!


Como começou a fotografia publicitária?

Afinal, qual é a função da publicidade no campo da comunicação? Um meio de tornar conhecido um produto, um serviço bem como uma marca. Assim como despertar na massa consumidora o desejo pela coisa anunciada, ou criar prestígio ao anunciante.

A invenção da fotografia se deu em 1825 por Dagerre. Por outro lado, a sua utilização na divulgação de produtos, serviços e em rótulos começou timidamente no final do século XIX e se fortaleceu somente no passar do século XX.


Ao mesmo tempo no início do século XX, começam a chegar ao mercado equipamentos e materiais voltados à prática amadora da fotografia. Por exemplo as câmeras portáteis da Kodak. Que trabalhavam com filme em rolo. Assim como prometiam em sua campanha de divulgação, rapidez e facilidade de operação. Enfim agora fotografar se torna um simples apertar de botão.

fonte: site propagandas históricas \ reprodução

Dessa forma se desenvolveu a chamada fotografia instantânea. Eram imagens obtidas através de câmeras de fácil manuseio. Com a preocupação central de registrar o momento, principalmente da vida familiar. Sem se preocupar com as questões de composição, arranjo e nitidez. A imprensa passou a explorar os instantâneos não apenas na cobertura jornalística, mas também nos anúncios publicitários.

Da fotografia analógica para a fotografia digital


No final do século XX nasceu a fotografia digital. Assim também um marco para a fotografia. Como resultado o final de mais de um século do uso de filmes e revelação elaborada, para se obter uma imagem adequada. Enfim para um instantâneo, que realmente faz jus a seu nome.

A digitalização acelerou o processo acabando com a revelação das fotos (basta baixar o arquivo no computador), com o fim do tratamento das fotos em laboratórios físicos, assim otimizando os custos.

Com a fotografia digital surgiram logo em seguida, também os Softwares que oferecem ferramentas de Retouching. Eles contribuem para facilitar e baratear o custo de edição de imagens. Bem como a velocidade e quantidade de recursos. Aumentando a quantidade de fotos a serem tiradas e agilizando a entrega dos trabalhos.

fonte: site propagandas históricas \ reprodução

A fotografia publicitária no sécilo XXI

A Fotografia publicitária vai ganhando novas caras com o passar dos anos. As tendências visuais vão se moldando com os passos da sociedade. Assim como com as novas tecnologias e o desejo dos consumidores.

A REDprodução está pronta para novos desafios. Sempre ligada com as principais tendências do mercado. E queremos ser parceiros de sua agência nessa jornada.

Entre em contato. Nossos especialistas terão o maior prazer em te ajudar. Vamos juntos fazer diferente e fazer a diferença! #vemcomaRED

Quer continuar nesta viagem no tempo? Acesse nosso Album especial no pinterest. E também o Propagandas históricas. Um site incrível que trás curiosidades e muita história sobre as propagandas que marcaram época.

Gostou do conteúdo? Se inscreva para receber nossa newsletter!

Processando…
Sucesso! Você está na lista.
Categorias
Fotografia

Fotografia still, o que é?

Antes de mais nada, você tem visto muito o termo fotografia still. E, justamente por isso, você chegou até aqui! Correto? Nesse post iremos falar o que é fotografia still. Como ela surgiu. Além disso, o por que dela ter se tornado tão popular nos ultimos tempos. Boa leitura!

Fotografia still life, natureza morta
red produção audiovisual

Siga nossas redes sociais

Precisa de ajuda na produção de fotos da sua empresa?

Fale conosco!


Como surgiu o termo Still Life?

O termo Still Life surgiu no século 17. Foi quando a palavra holandesa “stilleven” surgiu e deu origem ao termo inglês “still life” para se referir a um tipo de pintura que retratava objetos inanimados do cotidiano. Em português, conhecemos este estilo como “Natureza Morta“.

O estilo natureza-morta foi revolucionário, pois foi a primeira vez na história da arte, que se usou objetos do cotidiano como tema central. Até então, objetos do cotidiano eram representados nas pinturas apenas como fundo para as obras.

O termo Still Life surgiu na fotografia publicitária para representar as fotografias de produtos que estampavam as propagandas.

A palavra still quer dizer parado. Em outras palavras, em uma tradução livre, quer dizer fotografia de objetos parados. Lembra dos quadros de natureza morta que falamos anteriormente? De maneira idêntica, porém, através de uma nova linguagem e nova tecnologia. 

De natureza morta à fotografia still digital

Com o passar dos anos e a evolução tecnolócia. Ao mesmo tempo o surgimento das câmeras digitais e da internet, surgiram diversos estilos de Fotografia Still. A técnica ficou cada vez mais conhecida como fotografia de produtos. E junto com os e-commerces tornou-se indispensável para a venda pelos sites.  

Um teste A/B realizado pela Optimizer apontou que somente apostando em imagens de qualidade aumentam a conversão de vendas em até 9%. 

fonte: e-commerce brasil

Com o boom das redes sociais as imagens ganharam as timelines. Os stills life – anteriormente, natureza morta- ressurgiram com uma linguagem mais moderna e específica para a internet. 

Os tipos de fotografia still

A fotografia still pode ser dividiva em 4 subtipos. São eles:

Still Ambientado – Onde fotografamos o produto junto com outros produtos ou objetos para compor a cena. Aqui encontramos por exemplo as campanhas publicitárias, as fotos de gastronomia e stills fine arts (obras de arte utilizadas muitas vezes para decoração). 

fotografia still ambientado com formato flatlay de temperos em colheres sob fundo cimento queimado e ervas
foto por red produção audiovisual

Still produto – Onde o produto é fotografado sozinho. Todo tipo de produto pode ser fotografado neste formato. Por exemplo: Jóias, peças industriais, tijolos, comida congelada, objetos de decoração, móveis, computadores, etc. 

fotografia de produto still de anel em prata com cristais em fundo branco
foto por red produção audiovisual para etc and arts

Still Arts – Seu início se deu através da publicidade e ao passo que hoje vem sendo modificado para uma linguagem online. A RED Produção Audiovisual é pioneira nos still Arts para campanhas online. 

fotografia still art para redes sociais
foto por red produção audiovisual para valisere

E – STILL – E-Still, hoje, a forma mais comumente chamada de fotografia de produtos still. O produto é fotografado de acordo com todos os detalhes do produto como tamanho, textura, cor etc. Para que o consumidor possa ter clareza no momento de sua compra. 

fotografia still estilo manequim invisivel de vestido moda feminina para e-commerce antix
foto por red produção audiovisual para antix

A Técnica Fotográfica

Dentro do universo da fotografia, a fotografia still é uma das mais desafiadoras. O fotógrafo precisa ter pleno domínio da iluminação e dos demais equipamentos de estúdio. Assim como, constante estudo de referências para o posicionamento e seleção dos melhores ângulos de modo a valorizar os produtos fotografados. Da mesma forma como necessita de conhecimentos de pós produção.

A edição das fotos precisa respeitar as cores originais dos produtos. Bem como o recorte de fundo no caso das fotos com fundo 100% branco ou transparente. Tanto quanto o controle de nitidez, e a fusão de imagens, quando houver necessidade.

RED produção audiovisual é especializada em fotografia still com trabalhos publicados em revistas, jornais, e-commerces, impressos. E atua em diversos seguimentos como jóias, móveis e decorações, eletro eletrônicos, gastronomia, moda e peças idustriais.

Está precisando clicar seus produtos com a qualidade e dedicação que eles merecem? Envie uma mensagem com seus contatos que retornaremos com as melhores soluções para a produção de fotos para seu e-commerce! #vemcomaRED 

Gostou do conteúdo? Se inscreva para receber nossa newsletter!

Processando…
Sucesso! Você está na lista.